Diário de trader

0 588

Por que um trader precisa de um diário?

Se você ainda não ganha dinheiro e continua a perder dinheiro no mercado, você definitivamente precisa ter um diário de negociações. Qualquer trader profissional pode confirmar isso.

Por que precisamos de tal diário?

Para fazer progresso

Se você anotar todas as negociações neste diário, em uma semana ou duas, você não apenas se lembrará de seus sentimentos e emoções, mas também verá seu progresso e, assim, criará uma atmosfera positiva para novas negociações.

É um diário que ajuda o trader a transformar a experiência de negociação de um dia em uma experiência de negociação de dez dias. Você pode ler sobre isso em um livro “One Good Trade”, escrito por Mike Bellafiore.

Para facilitar o seu trabalho

A compreensão objetiva da conexão entre os sucessos e fracassos do passado torna possível modelar o desempenho bem-sucedido no futuro. Qualquer intuição é baseada na sua experiência. E se você realmente tem o desejo de aprender e ter sucesso no mercado financeiro, você deve registrar constantemente suas conquistas e infortúnios.

Muitos traders riem da idéia de manter tais registros. Eles dizem que ainda se lembram de tudo perfeitamente e isso é uma perda de tempo. E não é ridículo perder seu dinheiro várias vezes, ficar com raiva e desistir quando estiver no meio do caminho?

Negociar é trabalho duro. E manter seu diário de trader é uma parte essencial, que pode facilitar significativamente o seu trabalho. Juntamente com a gestão de riscos, gerenciamento de dinheiro e um plano de negociação, é algo que você provavelmente não conseguirá ser bem-sucedido sem.

Controle suas finanças e suas emoções

Deve-se começar a manter o diário de trader desde os primeiros dias da carreira de negociação, assim que você abrir uma conta na corretora. Como alguém pode fazer certo? Não há nada de difícil nisso:

Anote a estratégia de negociação e as regras de entrada que você deve seguir, bem como o número de negociações por dia e por mês, o risco de uma transação e os indicadores que você usa. Tire uma captura de tela de cada transação e dê uma descrição para ela.

● Acompanhe seu estado emocional antes, durante e depois da negociação. Medo, ganância, excitação, raiva… Os sentimentos do trader são extremamente importantes, sinta-se à vontade para escrever tudo o que você sente e pensa!

Sumarize os resultados regularmente nos finais de semana ou no final de cada mês. Calcule o número de negociações bem-sucedidas e malsucedidas. Descubra quais pares de moedas foram os mais rentáveis ​​e vice-versa. Quais períodos e durações de negociações deram melhores resultados.

Analise as imagens e filtre os sinais enganosos.

Como resultado, você terá uma visão detalhada do seu processo de negociação. Você verá quais negociações foram lucrativas e por que e o que você poderia e deveria fazer novamente.

E o mesmo processo ocorre com as transações negativas. Analise-as e, a cada vez, você cometerá menos erros do mesmo tipo.

Atenha-se aos seus objetivos

Anote seus objetivos. Você vai encontrá-los cada vez que ler o seu diário de negociação e se lembrará por que você está fazendo esses movimentos e porque você parou em algum momento do seu caminho.

É importante lembrar que o trader mantém o diário para si mesmo. Você deve ter o desejo de fazê-lo, assim como entender do porquê precisa dele. Tentar trabalhar com o diário somente por uma formalidade pura não fará nenhum bem. Não desperdice o seu tempo.

________________________________________

Cabe a você decidir se deve manter um diário ou não. Tudo depende de seus objetivos e planos. Você pode, na melhor das hipóteses, não ter nem prejuízo nem lucro, e na pior das hipóteses, continuará perdendo… Ou pode preferir seguir o caminho da negociação profissional e progredir.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.