Análise

Avaliação de especialistas: petróleo sob ataque e ouro em alta?

Análise de médio prazo por especialistas da Olymp Trade


A COVID-19 ainda está se espalhando pelo mundo, causando preocupação no mercado. O Federal Reserve dos EUA sugere a revisão do programa de flexibilização quantitativa. Neste artigo, os analistas da Olymp Trade mostram como isso afeta os mercados de commodities, câmbio e criptomoedas.

 

Tendências semanais

  • EUR/NZD  −1,24%. Negociar vendido com US $ 100 e multiplicador de X200 poderia ter rendido US $ 248.
  • NZD/JPY  +2,16%. Negociar comprado com Us $ 100 e multiplicador de X200
  • poderia ter rendido US $ 432.
  • AUD/JPY  +1,94%. Negociar comprado com US $ 100 e multiplicador de X200 poderia ter rendido US $ 388.

 

Mercados de commodities

O ouro voltou ao nível de US $ 1800 por onça troy. Apesar dos obstáculos de curto prazo, alguns analistas continuam otimistas, acreditando que o preço pode voltar a US $ 1.900 até o final deste ano.

Se o mercado perceber que o Federal Reserve dos EUA está tomando medidas para apertar sua política monetária, isso significaria um fundo no preço do ouro (e da prata). Os comerciantes que acreditaram nos rumores sobre as ações do Fed estarão vendendo no fato. Isso deve tirar a pressão de baixa dos metais preciosos e indicar um fundo para mais baixo.

Um cenário semelhante já aconteceu em dezembro de 2015. A queda acentuada nos preços dos metais levou então a um rali de seis meses. A razão e o período em que esse crescimento pode ocorrer ainda precisam ser compreendidos. Os analistas preveem que o aumento real da taxa não poderá ocorrer antes de 2023. Seria esse um corte na flexibilização quantitativa que pode ser anunciado nos próximos meses?


O petróleo bruto Brent atingiu um fundo local pouco abaixo de US $ 65 por barril, mas depois as cotações voltaram a US $ 70. Do ponto de vista da análise técnica, o ativo parece bastante enfraquecido.

Fundamentalmente falando, o petróleo também está sob pressão com as preocupações em torno das perspectivas de crescimento econômico global em meio a mais um surto de COVID-19 em muitas regiões do mundo.


O número de novos casos de COVID-19 nos Estados Unidos ultrapassou 140.000. Isso é quase 50% maior em comparação com o número de novos casos de algumas semanas atrás. A piora da situação epidemiológica nos EUA já afetou os principais indicadores macroeconômicos e sinaliza uma desaceleração na recuperação econômica dos EUA.

Há informações de que a China fechou um dos terminais do terceiro maior porto do mundo em movimentação de cargas, após detectar um caso de infecção de um funcionário com COVID-19. Os especialistas da Bloomberg alertam novamente que repetidas medidas restritivas ameaçam cadeias de suprimentos já fragilizadas, bem como o comércio global em geral.

 

Mercado de câmbio

O principal evento da semana foi um discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, em um simpósio em Jackson Hole em 27 de agosto. Desta vez, a cúpula foi transmitida online.

Como esperado, Powell ajustou ligeiramente a abordagem do banco central à política monetária. O Fed está disposto a permitir uma inflação acima de 2%, mas apenas por um curto período de tempo. Além disso, em momentos em que a inflação cai abaixo de 2%, é provável que sejam tomadas medidas para mantê-la acima desse nível.

Isso provavelmente significa que os programas de estímulo atuais permanecerão inalterados em meio a um mercado de trabalho em recuperação e o fortalecimento da economia dos EUA. Enquanto isso, os investidores aguardam mais pistas sobre o programa de recompra de ativos e o nível da taxa de juros do Fed antes da reunião do Fed em 21 de setembro.


No final da semana, quase todas as principais moedas mostraram declínio. Os participantes do mercado preferiram comprar USD. O colapso do AUD e NZD desencadeou uma fuga de ativos de risco. CHF e JPY atuaram como ativos defensivos.

O dólar da Nova Zelândia caiu para 0,6800 após um confinamento pelo governo da Nova Zelândia. O dólar australiano caiu de preço em relação ao dólar após a divulgação da ata da reunião do RBA, que diz que o Banco Central não planeja reduzir o volume de compras de títulos nesta fase. Em seguida, a queda da taxa de câmbio se intensificou no contexto dos picos alcançados no número de casos de COVID-19.

 

Mercados de criptomoedas

O Bitcoin testou o nível psicológico de US $ 50.000. A tendência de alta continua, causando rápido crescimento no mercado de Altcoins. O índice de dominância do BTC continua a diminuir e está em 44%. Ao longo da semana, o preço do token de plataforma de blockchain Avalanche cresceu muito. O preço da AVAX subiu 120%. A Cardano subiu mais de 35% e atualizou seu topo histórico. Como esperado, o mercado mudou para o modo FOMO, e o índice de medo e ganância atingiu 79 pontos.

Enquanto isso, a China, por um lado, continua testando o yuan digital e, por outro, segue uma política proibitiva de criptomoedas. O yuan digital foi usado pela primeira vez para pagar comissões pela entrega de mercadorias em uma transação futura na Bolsa de Mercadorias de Dalian. Ao mesmo tempo, um tribunal de uma das províncias decidiu que o investimento ou comércio de criptomoedas não é protegido pela lei chinesa.

E as autoridades de outra província exigiram que as usinas hidrelétricas interrompessem o fornecimento ilegal de energia às fazendas de mineração. Porém, alguns países estão seguindo o caminho da legalização da mineração de criptomoedas. Em 22 de setembro, o Irã suspenderá a proibição de mineração de ativos digitais que foi introduzida no final da primavera.

Os agregadores de pagamento continuam avançando na integração dos pagamentos com criptomoedas. O PayPal tornou possível aos clientes do Reino Unido comprar, armazenar e vender criptomoedas. Os usuários do PayPal no Reino Unido podem fazer transações com Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Bitcoin Cash.

 

Conclusão

Os participantes do mercado continuam evitando riscos. O aumento global dos casos de COVID-19 está deixando os participantes nervosos, o que se expressa no aumento da volatilidade. O petróleo parece muito enfraquecido e provavelmente continuará caindo. O ouro e outros ativos reservas de valor podem receber fatores de crescimento adicionais, especialmente depois que o Federal Reserve dos EUA esclarecer sua posição sobre a política monetária.

Related posts