Análise

Como começar a semana: análises e previsões — 02.11.2020

Análise fundamentalista e previsões para o futuro


A segunda onda de COVID-19 continua ganhando força.

 

Fato relevante

Alemanha e França anunciaram uma quarentena nacional. Esta medida não surpreendeu tanto quanto a medida de investimentos, já que a taxa de aumento na incidência de COVID-19 na UE começou a bater recordes. Mesmo assim, o novo lockdown pode causar graves prejuízos à economia da União Europeia.


O número de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caiu durante a semana, e os dados preliminares sobre o crescimento do PIB do país no terceiro trimestre foram mais positivos do que os especialistas previam. No entanto, na próxima semana ocorrerão as eleições presidenciais, que terão influência decisiva na dinâmica do mercado financeiro.


Pesquisas mostram que o Banco da Reserva da Austrália pode cortar as taxas de juros de 0,25% para 0,10% na próxima reunião do regulador, que ocorrerá na terça-feira, 3 de novembro. Este movimento terá um impacto sobre a posição do Dólar australiano.


A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, e o secretário do Tesouro não conseguiram chegar a um acordo sobre um pacote de novos incentivos econômicos. Neste contexto, os índices de ações fecharam a semana em forte queda.


No final da semana passada, soube-se que a OPEP+ ainda não havia discutido a possibilidade de prorrogar o acordo de limitação na produção de petróleo até 2021. Mas especialistas acreditam que os exportadores devem retomar as negociações, já que o mercado de petróleo está em péssimas condições, como mostram os balanços das maiores empresas de energia do mundo.

 

Uma visão fundamentalista

Boeing

A empresa de aviação publicou seus resultados financeiros trimestrais na semana passada. O terceiro trimestre foi o quarto período consecutivo de prejuízo, apesar das tentativas da Boeing de cortar custos. Além disso, notícias negativas vieram da China, já que o Império pode impor sanções contra a Boeing devido ao fornecimento de armas para Taiwan. Em conclusão, acrescentamos que a nova onda de COVID-19, obviamente, adia o início de uma aviação de pleno funcionamento.

Twitter

O Twitter não foi bem na semana passada. As ações da empresa caíram 15% após a publicação dos resultados financeiros trimestrais, que reportaram uma redução no lucro líquido de US $ 8 milhões.

Apple

Os resultados trimestrais da Apple decepcionaram. A receita com vendas do iPhone caiu 21%. A Apple mostrou uma tendência particularmente negativa na China, onde a receita caiu 29% de uma só vez.

 

Related posts
© 2014 - 2020 Olymp Trade. All Rights Reserved.