Análise

Como começar a semana: análises e previsões

Análise fundamentalista e previsões para o futuro

A semana passada mostrou a precariedade do “mundo”: os investidores estão comprando ouro, as relações entre os Estados Unidos e a China estão tensas novamente, e a COVID-19 continua pressionando a economia global.

 

Calendário econômico

12:30 UTC

Os pedidos básicos de bens duráveis dos EUA para junho serão divulgados hoje. Previsão: crescimento de 3,5%. Para a economia norte-americana, é muito importante uma tendência positiva na atividade de consumo, que, entre outras coisas, é monitorada por este relatório. Se os dados reais forem mais altos, a taxa do USD poderá subir.

Ativos para negociação: USD/CHF, NZD/USD ou S&P 500.

 

Importante saber

China e Estados Unidos estão brigando novamente. Desta vez, a briga resultou no fechamento mútuo dos consulados em Houston e Chengdu.


A situação no mundo é exacerbada pelo aumento da COVID-19 no Brasil, Índia e Estados Unidos. Um retorno à quarentena estrita será percebido pelo mercado de maneira muito acentuada; portanto, os ativos em ações e o petróleo podem estar sob pressão.


No mercado de câmbio, o franco suíço estava se fortalecendo constantemente. Porém, a análise técnica do para USD/CHF sugere que a tendência de baixa vai parar em breve.


O mercado de ações tem seus vencedores. A Tesla fechou quatro trimestres seguidos com lucro pela primeira vez na história, e a AMD anunciou o lançamento de novos modelos de processadores. O Twitter também foi destaque, com usuários pagos subindo 34%, enquanto a receita publicitária caiu em 23%.

 

Uma visão fundamentalista

Petróleo Não há razões para crescimento, já que os países da OPEP+ planejam anunciar o abrandamento das cotas de produção muito em breve. Além disso, o consumo global ainda não está evidente. A COVID-19 não tem pressa em recuar.

Também decepcionante para os investidores foram as estatísticas sobre reservas de petróleo bruto. Em vez de caírem 2 milhões de barris, aumentaram em quase 5 milhões.

Pode valer a pena abster-se de comprar ações das empresas petrolíferas Chevron e Exxon Mobil e assumir a posição oposta nestes instrumentos.

ETF MSCI Brasil 2x O Brasil está batendo recordes de morbimortalidade por COVID-19. Jair Bolsonaro não consegue se recuperar desde 7 de julho, quando seu resultado positivo foi divulgado pela primeira vez. O Brasil provavelmente ainda terá que concordar com a prática global e introduzir fortes medidas de quarentena, o que Bolsonaro vinha evitando.

Os investidores entendem isso e podem começar a se livrar dos valores mobiliários das empresas brasileiras, o que afetará as cotações da ETF, que reúne as maiores empresas do país.

Ouro O metal precioso terminou a semana perto de altas históricas. A última vez que o ouro ficou tão caro foi em 2011, mas na situação atual, esse metal precioso pode renovar seus recordes. Para isso, a situação no mercado de ações deve piorar.
Related posts
© 2014 - 2020 Olymp Trade. All Rights Reserved.