Análise

Notícias, tendências e análises 14.11.2019

Trump empurrou os mercados para baixo.

O foco de hoje está nos protestos na Catalunha, uma grande encomenda da Airbus, e nas declarações de Trump.

 

Notícias

Os catalães estão protestando pela sua independência de Madri. Afeta o EUR.


A Rússia diminuirá a parte destinada ao dólar de seu Fundo Nacional de Riqueza. Afeta o RUB.


Os mercados caem após a promessa de Trump de aumentar as tarifas se não chegarem a um acordo com a China. Afeta o S&P 500.


A Airbus pode conseguir uma grande encomenda da Air Arabia. Afeta a Boeing.


O líder trabalhista britânico Jeremy Corbyn prometeu não realizar um referendo sobre a independência da Escócia se ele vencer as eleições. Afeta o GBP.

 

Calendário

09:30 GMT

O Reino Unido divulga um relatório sobre vendas no varejo. Os analistas esperam um aumento de 0,2%. Uma leitura menor afetará negativamente a libra esterlina.


13:30 GMT

Os EUA atualizarão seu Índice de Preços ao Produtor. Os analistas esperam um aumento de 0,3%. Se o resultado for menor, o dólar ficará sob pressão.


15:00 GMT

O presidente do Fed, Jerome Powell, fará um discurso. No momento, o mercado espera o indicativo de um novo corte nas taxas. Se não houver redução nas taxas, o S&P 500 pode receber um impulso negativo.


15:00 GMT

Os EUA divulgam um relatório sobre as reservas de petróleo do país. Especialistas esperam que as reservas aumentem em 1,6 milhão de barris. Se a leitura for superior, o preço do Brent poderá cair.

 

Análise técnica

S&P 500

Após declarações positivas dos lados chinês e norte-americano, os mercados continuaram a tendência de alta, apesar da óbvia sobrecompra. No entanto, nenhum acordo comercial entre os países foi alcançado ainda. Donald Trump entende isso, então está começando a pressionar a China por meio de críticas, o que causou a liquidação do mercado.

 

Embora o índice S&P 500 continue sendo negociado dentro do canal, traders começam a discernir um padrão topo triplo, o que pode reverter a tendência.

https://lh4.googleusercontent.com/h7fIzjNXUay7DIptGK8pBKKgTYnF4IYHz-BigkQZkGD68I5-XSb8Lu3_u3bJ2e4cMJBw4xqwWmoYLg3FGeSGItgI1dybzVUXr5kVDW4pOmqr2I7gyos3I2syxJ_QGzj5SPBaikxr

EUR/NZD

O par de moedas perdeu o apoio do nível de 1.73000 e agora as cotações provavelmente cairão para 1.70.000.

https://lh3.googleusercontent.com/0F_qJH3GIAUYuwUt0nPMxd9RDIYn5vXFa1MJPk9KDDWvW0O_YTujmvPw0AhfV6PoSU6LeasDaOxwc7adjh1HTB3_uI9H0Gx53lrVT6ng_jvJL8R5CascKBUIMT9CQJjhtAf5KKhL

USD/CLP

O peso chileno mostrou força, tendo formado um padrão candlestick do tipo pin bar pela primeira vez desde o início da crise política no país.

https://lh3.googleusercontent.com/PwKXkbpmH1IEyu6tV4ptFzfl2CppxQu6_QUTSzD9GlLoOjiOaKwzAf4VtP_75vyfAizCoYbKWafHK47pSIV8PGtlL8r1YuwUxUgj6J-PwfTdMqApIRfx0flZ6RJ01spuPHWcwVC8

 

EUR/NZD neste dia na história

  • Desde 2000, 14 de novembro foi um dia de negociação 15 vezes.
  • Em 53% desses dias, o ativo encerrou com um crescimento.
  • A faixa máxima de reforço foi de 2,76%.
  • A tendência de queda foi limitada a 1,06%.
Related posts
Análise

Notícias 06.04.2020–10.04.2020

Os eventos importantes desta semana incluem a decisão sobre a taxa de juros do RBA, o índice de preços ao produtor dos EUA e a reunião dos ministros das Finanças da...
© 2014 - 2020 Olymp Trade. All Rights Reserved.