Análise

Notícias, tendências e análises 18.03.2021

Um dólar em alta

Hoje, o foco está no petróleo caindo novamente, nos funcionários do Uber no Reino Unido e no auxílio contra a COVID-19 nos EUA.

 

Calendário

12:00 UTC

O BoE anunciará sua decisão sobre a taxa de juros. Previsão: 0,10%. Se a taxa for aumentada, esse pode ser considerado um sinal positivo para a GBP.

Ativos para negociar: GBP/USD, GBP/NZD, GBP/USD


12:30 UTC

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego nos EUA serão divulgados. Previsão: 700 mil. Se o número for menor que o previsto, o USD pode receber um impulso positivo.

Ativos para negociar: AUD/USD, USD/JPY, USD/CHF

 

Notícias

Após uma derrota na Suprema Corte do Reino Unido no mês passado, o Uber, empresa sediada no Vale do Silício, reclassificou seus mais de 70.000 motoristas na Grã-Bretanha como funcionários, o que significa que eles têm direitos garantidos, como pagamento de férias. Afeta o Uber


O petróleo caiu pelo quarto dia seguido na quarta-feira, já que as preocupações com a demanda mais fraca na Europa superaram um relatório do setor que mostrava que os estoques de petróleo dos EUA caíram inesperadamente na semana passada. Afeta o Brent


A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou na terça-feira por maioria esmagadora uma extensão de 60 dias, até 31 de maio, do Programa de Proteção aos Cheques de Pagamento que ajuda pequenas empresas a se manterem vivas durante a pandemia do coronavírus. Afeta o USD


O dólar norte-americano se firmou na quarta-feira, com rendimentos do Tesouro de 10 anos próximos às máximas de 13 meses, antes de uma reunião política do Federal Reserve, que deu algumas pistas sobre o momento de aumentos futuros das taxas e a tolerância do banco central para rendimentos em alta. Afeta o USD


As exportações japonesas caíram muito mais rápido que o esperado em fevereiro, já que os embarques para os EUA e a China enfraqueceram. Afeta o JPY

 

Análise Técnica

EUR/USD

O USD atingiu máximas de 13 meses com o aumento dos pagamentos de estímulo aos americanos e outras medidas de alívio da COVID-19. Em comparação com a recuperação estagnada na UE, à medida que os países diminuem a aplicação de vacinas com preocupações em torno do coquetel da AstraZeneca,

o par parou de cair, testou e subiu acima de um novo nível de suporte em torno de 1,1900, mas pode ser apenas um pullback.

DAX

O índice alemão tem testado novos topos, mas pode ser negociado ao longo de seu nível de resistência em torno de 145602.

S&P 500

O índice americano encontrou um novo nível de resistência e virou para baixa, mas esse pode ser um pullback antes de novas altas.

Related posts
Análise

Notícias, Tendências e Análises 17.01.2020

Um dia se passou desde a assinatura da primeira parte do acordo comercial entre os Estados Unidos e a China. O dólar está se fortalecendo e o mercado de ações permanece inalterado.