O guia do trader para negociar com linhas de tendência


As linhas de tendência são ferramentas de negociação extremamente versáteis, mas muitas vezes são mal compreendidas ou ignoradas. Elas são úteis para Forex e Fixed Time Trades. A combinação de diferentes linhas ajuda os traders a capitalizar sobre as tendências do mercado com melhor precisão para aumentar a lucratividade da negociação.

Embora sejam linhas simples, muitas vezes elas são mal utilizadas, levando os traders a tomar decisões caras. Muitas vezes usadas em conjunto com os níveis de suporte e resistência e representadas por linhas horizontais para formar áreas de interesse, essas linhas trazem clareza para a movimentação no preço de um ativo.

Por mais simples que sejam de usar, os traders muitas vezes acabam com gráficos parecidos com este, tapados por tantas linhas que nada de útil pode resultar disso.

 

O que são linhas de tendência?

As linhas de tendência são basicamente linhas inclinadas de Suporte e Resistência. Eles medem o movimento do preço de um ativo em qualquer direção. A Análise Técnica utiliza linhas de tendência para definir rapidamente a tendência e sua força. Em última análise, existem dois tipos de linhas de tendência:

  1. Linhas de tendência de alta – linha de tendência de inclinação ascendente

À medida que os preços continuam subindo, criando topos e fundos mais altos, uma tendência de alta é formada. As linhas de tendência de alta são definidas abaixo da movimentação do preço, agindo de forma semelhante a um nível de suporte inclinado para cima conectando a parte inferior de pelo menos dois candles. A linha ajuda a definir a pressão compradora para cima que está controlando o mercado.

  1. Linhas de tendência de baixa – linha de tendência de inclinação descendente

Os preços continuam caindo, criando topos e fundos mais baixos que formam uma tendência de baixa. As linhas de tendência de baixa são definidas acima da movimentação do preço, agindo quase como um nível de resistência inclinado. Conectar os pavios de dois candles determina o trajeto da linha. A área que essa linha cria representa uma pressão vendedora para baixo controlando o mercado.

Quanto mais candles tocarem em uma das linhas de tendência, mais forte será ela. Quando combinadas com uma estratégia de negociação, elas podem dar sinais de negociação confiáveis.

 

O que são níveis de Suporte e Resistência?

As linhas de suporte e resistência identificam áreas significativas em um gráfico. Esses níveis podem ser representados por linhas horizontais ou inclinadas.

Suporte

As linhas de suporte mostram o preço mais baixo que o mercado aceitará antes que os compradores façam os preços subirem.

Resistência

As linhas de resistência mostram o preço mais alto que o mercado aceitará antes que um influxo de vendedores possa fazer os preços caírem.

Essas linhas ajudam os traders a entender o fluxo do mercado. As linhas horizontais de suporte e resistência ajudam os traders a identificar rapidamente os preços mais altos e mais baixos que o mercado aceitou. Quando essas linhas são estabelecidas, os traders frequentemente pré-carregam as ordens de venda no topo anterior (nível de resistência) e os compradores fazem o oposto no nível de suporte (fundo anterior).

As linhas de tendência costumam ser linhas de suporte e resistência, e os termos costumam ser usados de forma alternada.

 

Como funcionam as linhas de tendência?

Basicamente, linhas inclinadas de suporte e resistência mostram a “tendência” de pressão compradora. Ao contrário dos níveis de suporte e resistência horizontais, as linhas de tendência mostram a força dos compradores no mercado ao conectar os pontos mais altos ou mais baixos em uma tendência para revelar os pontos em que os preços tendem a se mover a favor ou contra a tendência.

 

Como desenhar uma linha de tendência – corretamente

Quer você esteja procurando linhas de tendência horizontais ou inclinadas, estas são as etapas para garantir que a linha seja plotada corretamente.

  1. Concentre-se nos maiores pontos de oscilação – pequenas flutuações não são importantes.
  2. Conecte pelo menos dois pontos de oscilação significativos – Mais pontos de contato significam mais precisão.
  3. Ajuste a linha para obter o máximo de toques – seja no corpo ou no pavio.

Aqui está um exemplo:

Você pode desenhar duas linhas de tendência paralelas para definir uma área em seu gráfico. Neste exemplo, a segunda linha é o nível de resistência para um canal dentro do qual o ativo é negociado antes de entrar em uma tendência de alta mais forte.

O preço testa esse nível quatro vezes antes de rompê-lo.

Ao contrário da horizontal, as linhas de tendência de Suporte e Resistência precisam ser ajustadas. É por isso que existem duas inclinações diferentes no gráfico acima.

Os ajustes podem acontecer em qualquer direção, e uma tendência pode ganhar momentum levando a candles mais longos e inclinações mais íngremes.

Os preços podem romper uma linha de tendência e retornar a ela. As tendências podem se reverter ou se intensificar, e a linha ajuda os traders a ver o resultado provável.

As linhas de tendência não são objetos sólidos no gráfico, podem ser rompidas ou reforçadas. Eles são uma ferramenta, não uma garantia.

 

Linhas verticais

Estas não são linhas de tendência, mas ainda são extremamente úteis na negociação. Elas ajudam a marcar intervalos, permitindo que os traders encontrem um padrão diferente dentro deles para marcar o ponto de reversão em uma tendência ou notícias importantes no gráfico.

 

Mais do que uma linha – Uma área de interesse

Qualquer linha de suporte, resistência ou tendência não é apenas uma linha, mas uma área. Ao criar linhas de tendência, geralmente haverá partes de candles que ultrapassam elas. Eles ajudam a definir o alcance da área de interesse.

Esta área auxilia os traders a definir quando é provável que haja movimentação no preço. As áreas de interesse também são usadas em estratégias de negociação como pontos de entrada e saída para negociações. Compreender essa parte da psicologia de negociação pode dar aos traders uma vantagem.

Lembre-se de que a lista completa de ferramentas para desenhar linhas de tendência e outros elementos de análise gráfica pode ser encontrada na seção “Indicadores” da plataforma da Olymp Trade.

 

Como usar linhas de tendência

As linhas de tendência podem fornecer muito mais informações do que apenas se uma tendência é de alta ou de baixa. Ajustar e desenhar novas linhas de tendência permite que os traders vejam a mudança em uma tendência ao longo do tempo.

Se as linhas de tendência começarem a se achatar, a tendência provavelmente está se movendo para um canal. Use os níveis de suporte e resistência horizontais para acompanhar a variação e se preparar para o eventual rompimento.

Se as linhas de tendência ficarem mais íngremes, a tendência ficará mais forte; ou, no caso de altas parabólicas (extremamente acentuadas), o ativo pode estar entrando em um clímax de compra.

Observe as mudanças nas condições de mercado e ajuste sua estratégia de negociação de acordo. Negociar exatamente da mesma maneira em todas as condições de mercado leva a prejuízos.

 

Negociando com linhas de tendência – Uma estratégia simples

As linhas de tendência podem ser usadas para determinar os gatilhos de entrada e saída. Essa estratégia simples usa linhas de tendência horizontais e inclinadas combinadas.

As melhores oportunidades de negociação estão perto da linha de tendência.

Encontre a tendência e defina uma linha de tendência inclinada.

Defina os níveis de suporte e resistência horizontais.

Onde a linha de tendência inclinada e as linhas horizontais se cruzarem são formadas as áreas de interesse. A probabilidade de um grande movimento de preços é maior nesses pontos.

Quando os preços atingem esses cruzamentos, os compradores ou vendedores geralmente estão preparados para dar um grande empurrão.

Os preços costumam se mover agressivamente com a tendência.

Na captura de tela abaixo, as linhas horizontais criam os limites do canal de preço antes que as cotações subam.

Os preços testam a linha de resistência quatro vezes antes de a romper na quinta. Esse rompimento mostrou a força da tendência que se aproximava, porque os preços já haviam ultrapassado o nível de resistência duas vezes antes. A sua combinação com os fundos mais altos que mal ultrapassam a linha de tendência inclinada para cima indica um fortalecimento na tendência de alta.


Conclusão

As linhas de tendência são uma ferramenta simples, mas poderosa no arsenal de um trader. Plote uma tendência no gráfico, indique a resistência e o suporte e descubra áreas de interesse junto com uma riqueza de informações.

Utilize-os em estratégias de negociação para conseguir mais precisão na análise técnica. Este artigo não abordou os Níveis ou Leques de Fibonacci, pois para isso é preciso um artigo totalmente dedicado.

Reserve um tempo para praticar e realmente compreender a gama completa de uso que essas linhas oferecem.


Alerta de risco:

A informação fornecida não constitui conselho de investimento. Quando utilizar esta informação, você é o único responsável por suas decisões de investimento e assume todos os riscos associados com o resultado financeiro de suas transações.

Comece a comercializar